terça-feira, novembro 10, 2009

RETOMANDO AS ATIVIDADES

Oi, pessoal!


Estou de volta à terrinha, enfim. Dizem por aí que viajar é muito bom, mas o melhor é voltar pra casa, né? Deixei a Cidade Maravilhosa há menos de uma semana, mas ela ainda não me deixou. Gosto tanto do Rio, que lá também me sinto em casa. Caminho pela cidade com uma sensação de que sempre morei ali, saboreando o clima, o alto astral das pessoas que circulam, anônimas, revendo lugares queridos e conhecendo novas e encantadoras paragens. Desta vez fui até Maricá e fiquei maravilhada com a beleza do lugar! Revi a Lapa, onde a alegria e a descontração tomam conta da gente, principalmente num recanto que é um verdadeiro templo do samba, o "Carioca da Gema". Ah! Como é bom estar ali!


A nota dissonante da volta foi encontrar a minha mãezinha muito decaída e de ânimo acentuadamente abalado. Percebe-se nela um ar de nostalgia arrepiante, como o de alguém que sabe que não tem mais muito tempo por aqui ... Logo ela, que nunca deixou cair a peteca e jamais admitiu a idéia da morte, agora fala como alguém que está se despedindo da vida, alquebrada pelo peso dos seus bem vividos 95 anos! Isso me deixou muito abalada, pois embora saiba que esse dia fatídico haverá de chegar, percebo agora o quanto vai ser difícil pra todos nós encará-lo. Minhas irmãs e eu fomos passar o fim de semana com ela, assim que voltamos do Rio e nos surpreendemos com a sua visível derrocada, tanto física, como emocional, principalmente quando ela me pediu pra dar uma volta de carro, pra rever a cidade e as ruas onde morou, num tom de despedida de cortar coração. Não sei por quanto tempo ainda a teremos por aqui, mas, mesmo sabendo que esse período não deverá ser muito longo, torço pra que ela nos surpreenda e espere mais um pouco ... Ou um "muito" ... Quem sabe?

quinta-feira, outubro 08, 2009

RIO DE JANEIRO, AÍ VOU EU!!!


GENTE,
ANDO MEIO AUSENTE E AGORA VOU FICAR UM BOM TEMPO SEM BLOGAR. É QUE NO PRÓXIMO SÁBADO ESTAREI VIAJANDO PRO RIO DE JANEIRO E SÓ ESTAREI DE VOLTA EM 02 DE NOVEMBRO. VOU COMEMORAR O ANIVERSÁRIO DE UMA AMIGA-MEIO-IRMÃ E APROVEITAR PRA REVER AQUELA TERRA MARAVILHOSA, QUE EU AMO APAIXONADAMENTE.
FIQUEM COM DEUS, COMPORTEM-SE. NÃO TOMEM DROGAS, NÃO SE EMBRIAGUEM ATÉ PERDER OS SENTIDOS (UM POUQUINHO ATÉ PODEM), NÃO DIRIJAM EMBRIAGADOS, NÃO DEEM MOLEZA PRA MALANDRO E NEM SE METAM EM CONFUSÕES. AMEM-SE UNS AOS OUTROS ASSIM COMO A VOCÊS MESMOS E ME AGUARDEM!
RIO, ENFIM NOS REVEREMOS!
ATÉ A VOLTA, PESSOAL!!!

quinta-feira, outubro 01, 2009

A FICHA LIMPA, A FICHA SUJA E A VEZ DO GRANDE EMBATE.



Gente,
Eu já falei aqui do blog do Arthurius Maximus, o VISÃO PANORÂMICA, que é um espaço onde a gente se atualiza e ainda pode participar ativamente da vida política do país. O seu último post é o texto abaixo, que eu recomendo e ouso, até, insistir para que o leiam, porque é uma oportunidade excelente pra gente sair da inércia e começar a fazer alguma coisa no sentido de mudar a cara deste Brasil de tantos desmandos. Estou em recesso pelos motivos já explicados, mas não posso me furtar a divulgar esta campanha, que considero de suma importância. LEIAM! PARTICIPEM!!!
"A FICHA LIMPA, A FICHA SUJA E A VEZ DO GRANDE EMBATE

Esqueça Zelaya e a situação de um país distante. Esqueça o PIG, os Petralhas e as ofensas costumeiras do embate ideológico. Esqueça a Copa do Mundo, as Olimpíadas ou o BBB. Esqueça que seu time pode ser campeão ou ser rebaixado. Esqueça que seu professor é um chato ou que seu aluno não quer nada com estudo. Esqueça que seu chefe não te valoriza ou o empregado preguiçoso. Esqueça tudo… menos das vezes em que você se sentiu humilhado e traído ao ver um homicida, um traficante ou um corrupto notório e condenado em diversos processos (mas ainda “inocente até que se prove ao contrário”, em processos que se arrastam por décadas, levados por advogados espertalhões e pagos com o seu dinheiro suado, devidamente roubado dos cofres públicos).
Chegou a hora do “bom combate”. Chegou a hora de esquecer as diferenças ideológicas e de primar por uma nova era na política nacional. Chegou a hora de pressionar os deputados para a aprovação do projeto de lei de iniciativa popular que veda a participação, como candidato nas eleições brasileiras, de políticos condenados em primeira instância por crimes comuns ou com denúncia aceita quando se tratar de crimes contra o Tesouro. O Movimento Contra a Corrupção Eleitoral – MCCE – conseguiu reunir mais de 1.300.000 assinaturas e entregar o projeto de lei de iniciativa popular para votação na Câmara dos Deputados e, posteriormente, no Senado.
Como é de se esperar (no Congresso Nacional, mais de um terço dos congressistas ficariam inelegíveis imediatamente caso o projeto fosse aprovado), os políticos se articulam para barrar, modificar ou tornar inócuo o projeto. Garantindo aos seus amigos de ficha suja longa vida e muitas oportunidades para continuarem roubando o dinheiro de nossos impostos ou usando os mandatos como escudo contra a justiça comum.
Mas, esse é um jogo que também podemos jogar. Você também pode participar da luta pela aprovação. Mande cartas para a Câmara dos Deputados – Palácio do Congresso Nacional – Praça dos Três Poderes – C.E.P.: 70160-900 – Brasília – DF – reúna assinaturas dos seus parentes, amigos e vizinhos e mande um abaixo assinado para lá exigindo da presidência da casa (Deputado Michel Temer) aprovação na íntegra e sem modificações do projeto – que recebeu o número PLC 518/2009.
Prefere mandar um e-mail? Clique aqui e escolha mandar uma mensagem para todos os deputados do seu estado exigindo a aprovação do PLC 518/2009.
Não tem computador e não quer mandar uma carta? Telefone para 0800-61-96-19 e deixe a sua mensagem para a aprovação do PLC 518/2009.
Tem um blog ou um site? Salve esse banner (ou faça o seu), copie esse texto na íntegra ou escreva um texto próprio (NÃO PRECISA LINKAR o Visão Panorâmica) e deixe o banner exposto (no tamanho que você desejar) na sua barra lateral ou em todas as páginas do seu site linkado para o seu próprio artigo ou para a cópia deste em seu site/blog.

Peça aos seus amigos, vizinhos, parentes, namorados e namoradas, cachos e amantes, inimigos mortais e a qualquer pessoa que façam o mesmo. Afinal de contas, um Brasil melhor e uma lei eleitoral mais dura beneficiará a todos.
Sem mobilização e sem pressão, as chances desse projeto ser aprovado são baixíssimas. Só convencendo a maioria, que não tem problemas com a justiça, de que apoiar a minoria de ficha suja será um enorme desgaste político e representará prejuízos nas próximas eleições teremos alguma chance de sucesso.
Fracassar representará a derrota de todos nós e da ética, além da perda de uma oportunidade única de conseguir um passo importante para a moralização da vida política nacional. Portanto, caro amigo e leitor, ajude e faça a sua parte.
Mãos a obra!
Um abraço e um agradecimento antecipado.
Arthurius Maximus
*************************************************
Nota do editor: Segue uma sugestão de texto para os e-mails, telefonemas e abaixo-assinados: (Essa sugestão e todo o artigo podem ser copiados livremente na íntegra ou em parte sem a necessidade de qualquer link para o Visão Panorâmica ou menção de autoria).
***
“Todo poder emana do povo e em seu nome será exercido”.
A Constituição brasileira é clara e um projeto de lei emanado do povo deve prevalecer sobre a vontade de qualquer parlamentar e não deve ser alterado. Exigimos a aprovação integral e sem alterações da PLC 518/2009. É bom lembrar que saberemos distinguir os que votarem a favor da integralidade do projeto e dos que desejam ficar ao lado de ladrões, estupradores, homicidas e pessoas que desviam dinheiro público ao votarem contra o projeto ou pelo seu abrandamento; ficando em oposição à moralização política do Brasil.
Para que o senhor tenha ao seu lado apenas excelências e não “excrescências”; vote a favor do PLC 518/2009 em sua forma integral e sem alterações.
Lembre-se; saberemos julgar e punir nas próximas eleições.
Seu eleitor."

quarta-feira, setembro 30, 2009

SÓ UM ALÔ!

OI, GENTE!


PEÇO DESCULPAS PELA LONGA AUSÊNCIA, MAS ESTOU ATRAVESSANDO UM PERÍODO CONTURBADO E NÃO TENHO TIDO MUITO ELÃ PRA POSTAR.

NÃO SE PREOCUPEM, POIS NÃO SE TRATA DE NADA QUE ENVOLVA A MIM, PESSOALMENTE. APENAS ALGUÉM MUITO QUERIDO ESTÁ ATRAVESSANDO UM MOMENTO DIFÍCIL E EU ESTOU QUASE QUE TOTALMENTE VOLTADA A EMPREENDER ESFORÇOS NO SENTIDO DE AJUDAR ESSA PESSOA.

CONTO COM A COMPREENSÃO DE TODOS VOCÊS, MEUS AMADOS!

quarta-feira, agosto 26, 2009

CUMADE MINERVINA ESTREIA NO SHEHERAZADE


APRESENTAÇÃO

Cumade Minervina é uma velhinha muito ranzinza, que vive de olho na vida alheia e não aceita as modernidades. Ela se escandaliza com tudo o que não se identifica com o seu tempo e o seu modo de pensar e fala pelos cotovelos... Sozinha, diga-se de passagem. Esse é o único grande diferencial entre ela e uma fofoqueira clássica. Por essa razão é muito bem vista pela vizinhança, que nem de longe adivinha o quanto a anciã sabe sobre suas vidas e quão crítica ela pode ser.







RESMUNGOS MONOLOGAIS


- Eita, que tem coisa nesse mundo de meu Deus que eu só vejo pruquê tenho dois óio na cara! Num tá vendo que fia minha num se passa pruma desavergonhice dessa! Se tivesse mãe, num fazia! Ah! Fazia não! Mas a mãe, em vez de ficar em casa pra tumar conta da cria, foi foi simbora pro estrangêro, atrás de raparigagem c’aquele galego de nome isquisito, “Sêo Mister”, ixproradô de mulé vadia que nem ela. O pai da menina, um cachacêro safado, só fez emprenhá a miseráve e pulou fora, que ele num era besta nem nada de tá dando casa, comida e rôpa lavada pra uma sendeira daquela, que derna de pequena vivia se esfregando nos meninos da escola e mais tantos hômi que visse pela frente. Inté as árvre pirigava pra ela, pruquê num pudia vê um pau em pé! Parecia que tinha um friviôco nas parte, nunca vi uma coisa daquela! Todo mundo já sabia que aquilo num ia dá pra nada que prestasse. Foi só parí, já caiu no mundo, dexando a fia cum aquela égua veia que é a mãe dela. Ô mulé besta! Em vez de obrigar a sujeita a trabaiá pra criá a menina, ficô c’a bixinha, sustentano ela da charque ao sabão. Botô na iscola, levô pra igreja, a menina inté era da Congregação de Maria! Inda me alembro que ela tomava bença a todo mundo, vivia dento da igreja, comungando todo dia, ensinando catecirmo e ajudano o pade nas obra de caridade. Um inzempro de menina! Foi só ficá taludinha, já o sangue ruim da mãe começô a dá siná... Deu pa beber, xerá cola, andá cum tudo quanto é alma sebosa da redondeza e a raparigar feito uma Messalina despudorada, tá e quá a quenga que lhe pariu, que era pra ganhar dinhêro pra pudê sustentar os vício. Pôco mai tava robando e daí pra a cadeia foi um pulo.
Tudo isso era inté toleráve, ninguém isperava mermo fruta boa duma raiz pôde e todo mundo sabe que formiga, quando qué se perdê, cria asa, mas essa novidade que ela inventô agora foi a pior coisa que pudia acontecê. Ninguém havera de dizê que uma parenta de Sêo Nequinho, um hômi tão bom, caridoso e temente a Deus, ia dá um disgosto desse à famía!
Apôi num é que a disgramada da menina agora, pra acabá de compretá a disgracêra, ajuntô-se cum um magote de pastô farso, desses que anda pelai vendendo terreno no céu e dando diproma assinado por JESUS CRISTO e virô sabe o quê? BISPA! Adonde já se viu uma mulé bispa, pulo amô de Deus?! Se brincá, daqui a pôco tá na política... Proquê ô lugázin pra dá gente ruim e cheia de má custume, viu!
Eu tava tão incafifada cum essa sina triste daquela menina, que andei de cunversê cum uns e ôtos e cabei ficando mais conformada. Disse que é assim mermo. Tudo quanto é bispo e pastô dessa tár de Igreja Niversá já foi bandido, de vida errada, aviciado e tudo quanto num presta já fez no mundo, pra podê hoje se dizer arrependido, inganando os besta e ficando rico às custa deles. Disse que a bandidage é um tár de istájo pra sê procuradô de Jesus aqui na terra ... Vôte! TE ESCONJURO!!!
Peguei a imagem no Google, sem identificação do autor.

quarta-feira, agosto 12, 2009

TOMA LÁ, DÁ CÁ!!!




Mais um triste episódio verificou-se, esta semana, no senado federal (com minúsculas, mesmo, como diz o amigo DO). A sujeira foi varrida pra baixo do tapete, descaradamente, depois que o dedo(sujo)duro do senador (com minúscula, mesmo) do Arthur Virgílio apontando, inquisidor, os podres do "EL BIGODÓN", foi obrigado a abaixar o seu insignificante dedinho, sob pena de virar alvo dos demais dedos(sujos)duros do pelotão de choque que defendia, com a "hombridade" que lhes é peculiar, o seu literalmente digníssimo presidente das acusações impiedosas que lhe faziam a "oposição".... Tadinho!
Por ocasião da Blogagem Coletiva "XÔ, SARNEY"! tive a oportunidade de conhecer um blog cujo post diferenciou-se dos demais, pois foi além da simples crítica para oferecer à sociedade inconformada com esse estado de coisas alternativas plausíveis para uma ação efetiva contrária.
É o Arthurius Maximus, do blog VISÃO PANORÂMICA. Vale a pena visitá-lo. Lá, existe uma lista de e-mails de senadores para os quais a gente pode enviar mensagens de repúdio, exercendo uma pressão popular mais contundente contra toda essa pouca vergonha, além de outras dicas de ações que podemos levar a cabo.
O selo da "Faxina" é da Thaís
O "CHEFÃO" - Desconheço a autoria, mas peguei no Visão Panorâmica, já citado.

segunda-feira, agosto 10, 2009

XÔ, SARNEY!


Esta Blogagem Coletiva é uma iniciativa do DO - ramsessecxxi
XÔ, SARNEY!


Estamos vivendo mais um período de escândalo político inimaginável em um país de verdadeiros cidadãos. Nada de novo, pra quem vive neste lado dos trópicos! Sabemos que esta campanha não terá qualquer utilidade prática, ainda mais agora que o presidente da Comissão de Ética (?) acaba de arquivar todos os pedidos de representação contra o famigerado presidente do Senado, eleito pelos seus próprios pares por motivos óbvios porém inconfessáveis, já que nenhum deles tem qualquer identificação ou comprometimento com a moralização da “Casa do Povo” (?) ou com a defesa dos interesses desse mesmo povo. Sabemos, também, que uma utópica renúncia ou afastamento do Senhor Feudal do Maranhão nem de longe nos proporcionaria a tranqüilidade de ver o Senado Federal conduzido sob a égide da decência e da lisura, porque ninguém é ingênuo ao ponto de acreditar que dentre os demais candidatos a assumir o cargo haja alguém com esse cabedal. Os raivosos e irascíveis opositores do ora execrado Sarney, bem como os seus aliados, não trazem nos seus currículos a idoneidade necessária ao bom desempenho da função.

A questão que se pretende levantar é a reflexão sobre quem devemos eleger para nossos representantes quando somos forçados a ir às urnas. “CADA POVO TEM O GOVERNO QUE MERECE”, disse sabiamente alguém, um dia. Somos uma nação tão desprovida de valores morais que nos deixamos representar por usurpadores gananciosos, corporativistas e inatacáveis, exceto quando vão de encontro aos interesses individuais mútuos? Eu prefiro acreditar que não, mesmo sabendo que corro o risco de passar por ingênua e sem noção.

Que herança moral poderemos deixar pros nossos filhos e netos, quando, na prática, eles constatam que não vale a pena serem honestos, estudiosos, esforçados ou batalhadores, bastando que sejam “espertos” pra se locupletarem com quem lhes possa proporcionar as delícias que só um apadrinhamento político lhes oferece? “Ser honesto é “ser babaca”, ouvi, outro dia, de um jovem, revoltado porque, mesmo formado, não conseguia um emprego decente ...”Se eu tivesse comido a filha de um grandão desses, já estaria empregado. Olha o genro de Sarney aí! Além de um emprego no Senado, ainda vai pra imprensa dizer que “É um privilégio me ter como genro”. Como se pode contestar um garoto desses?

Não tenho qualquer ilusão de que o “FORA, SARNEY”” possa ecoar Brasil afora, ou surtir o efeito alcançado com o memorável “FORA, COLLOR!” (Também sei que não foi, exatamente, o grito do povo que levou ELLE ao histórico impeachment). Optei por participar desta forma de protesto até mesmo pra aproveitar o restinho de liberdade que nos resta antes que venha a nova lei da mordaça ao blogues que, aliás, já foi aprovada pela Câmara... Alguém tem dúvida de que o Senado também a aprovará?

quarta-feira, agosto 05, 2009

FORA SARNEY! - BLOGAGEM COLETIVA


O DO, do blog RAMSESSECXXI, está propondo uma BLOGAGEM COLETIVA em prol da moralização do Congresso Nacional, intitulada XÔ SARNEY! e eu, apesar de não curtir muito essa modalidade de blogagem, resolvi apoiar a sua iniciativa pela justeza de que se reveste a intenção. Precisamos fazer alguma coisa pra expelir essa indignação, esse grito abafado que sufoca a todo cidadão digno de respeito, brutal e descaradamente vilipendiado por aqueles cuja função é promover o bem-estar social, regiamente pagos pelo nosso suor de cada dia.
A propósito do tema, publico abaixo um texto de JESSIER QUIRINO, poeta popular paraibano de veia humorística acre, que vem a calhar neste momento e mostra a sabedoria sem letras do homem da roça.
"SABATINA FEITA COM UM MATUTO PRESIDENTE DE BANCO DE FEIRA"
Senador: Sendo um presidente de banco de feira, como o senhor vê a situação econômica do Brasil, hoje?
Matuto: Ahh! ... O Brasil tá se acabando ligerim, feito sabão na mão de lavadeira.
Senador: A seu ver, qual a causa desta crise em que o Brasil se encontra?
Matuto: Falta de medida, meu cumpade. Cada qual só deveria estirar a perna até onde lhe chega o lençol.
Senador: Mas o governo promete ajustes pra resolver o problema, não promete?
Matuto: É ... Só que ovelha prometida não diminui rebanho, né?
Senador: E quanto aos novos rumos que o governo está tomando, qual a sua opinião?
Matuto: Pra quem tá perdido, todo mato é caminho.
Senador: O que o senhor acha do problema dos rombos no poder público?
Matuto: O pobrema tá na cerca. Cerca ruim é que ensina o boi ser ladrão.
Senador: Agora falemos do Nordeste. O senhor não acha que o governo tem, realmente, vontade de resolver o problema da seca no Nordeste?
Matuto: O que mais se perde neste mundo é vontade e cuspe, home!
Senador: E quanto aos políticos que já deram sua palavra que vão resolver esse problema, o senhor também não acredita?
Matuto: Olhe, cumpade: Sol de inverno; Chuva de verão; Choro de mulher e palavra de ladrão, esse aqui não fía não!
Senador: Como é que o senhor vê a justiça no Brasil?
Matuto : Da justiça, pobre só conhece os castigo.
Senador: O que o senhor acha dos políticos brasileiros?
Matuto: Cumpade véi, tem um magote ali dentro tão bom de roubo que, se vendesse cavalo, achava um jeito de ficar com o galope.
Senador: E quanto aos prefeitos e vereadores?
Matuto: Ahhh! meu fí ... Esses aí tão ensinando rato a subir de costa em garrafa.
Senador: Como homem do povo, que recado o senhor tem para os governantes?
Matuto: Meu recado é uma verdade: A gente nunca se esquece de quem se esquece da gente.
A entrevista é bem mais longa, mas eu pincei algumas das respostas que mais se identificam com a temática (Com o perdão do autor).
PESSOAL,
A BLOGAGEM ESTÁ PROGRAMADA PARA O DIA 10 DE AGOSTO (SEGUNDA-FEIRA PRÓXIMA). VAMOS PARTICIPAR! O SILÊNCIO ANTE AS INJUSTIÇAS É UMA FORMA DE CONIVÊNCIA.

terça-feira, julho 28, 2009

GRACE OLSSON - UMA GUERREIRA, UMA ARTISTA, UMA CIDADÃ DO MUNDO, UMA AMIGA!








Essa aí é a Grace Olsson, pra quem ainda não teve o privilégio de conhecê-la. Uma mulher admirável pela paixão que dedica a tudo o que abraça, com uma disposição e uma garra somente compatíveis com alguém que nasceu pra vencer desafios. Nordestina de Alagoas, com o olhar voltado para o mundo e a vontade firme de fazer a diferença, sensibilizou-se com o sofrimento das crianças africanas cujas condições estudou pelo período de dois anos, para tanto deslocando-se até aquele continente, onde visitou 47 países e 07 campos de refugiados (Namíbia, Ruanda, Angola, Moçambique, Zimbábwe, Swazilandia e Lesotho). Lá, teve a certeza de que estaria definitivamente ligada àquelas crianças, chegando, inclusive, a assumir responsabilidades diretas por pelo menos 08 delas, de origem ruandesa e refugiadas em Moçambique, embora sua vontade seja apadrinhar a todas, sem distinção.


A defesa de melhores condições humanas para aquelas crianças abandonadas pelo resto do mundo, que parece ignorá-las, indiferente à sua miséria que expõe o lado mais negro da crueldade humana - a insensibilidade - tem sido a luta constante dessa mulher admirável sob muitos aspectos. A sua saga incansável em defesa daquele sofrido povo não esmoreceu nem mesmo quando teve a sua saúde abalada por um AVC, há poucos anos. Muito pelo contrário. O incidente somente contribuiu para o acirramento da sua disposição, transformando a sua missão numa espécie de bálsamo pros seus males.


A trajetória dessa renhida luta contra um sistema desumano e cruel está, agora, registrada num livro que ela acaba de lançar pela Editora Novitas intitulado "CRIANÇAS REFUGIADAS EM MOÇAMBIQUE: UM DRAMA NA ÁFRICA", uma denúncia que precisa ser levada aos quatro cantos do mundo, incessantemente, até que nenhum inocente continue pagando preço tão alto por crimes que nunca cometeu.



Formada em Ciências Jurídicas pelo CESMAC, mas com vistas ao Mestrado em Ações Comunitárias, hoje Grace mora com a sua família (marido e filhos) em Västeras, na Suécia, onde trabalha como fotógrafa - outra das suas paixões, que ela exerce com maestria impecável.

Obrigada, Grace, por me ajudar a perceber que heróis de verdade não precisam vestir capa e usar máscaras para representar tão dignamente o aspecto mais louvável da raça humana, que é a solidariedade e o amor ao próximo. Gente como você faz valer a pena sonhar com o impossível.

Por fim, obrigada pelo meu novo Lay-Out, que ficou uma verdadeira obra de arte



quinta-feira, julho 23, 2009

EM DEFESA DA HONRA




O mais recente escândalo registrado no Senado Federal (até que venha o próximo) abriu uma oportunidade imperdível para darmos início a uma campanha de conscientização nacional como alternativa única na tentativa de resgatar a nossa dignidade, na condição de pais e avós que vislumbram um futuro menos obscuro pros nossos filhos e netos. Como convencer as novas gerações de que vale a pena ser honesto e digno, aceitando o cumprimento de etapas para o atingimento do seu amadurecimento rumo às conquistas que lhes almejamos, se todos os nossos ensinamentos se perdem no discurso quando eles se apercebem de que ser um homem de bem, na prática, significa ser "otário" ou de que anos e anos de estudos pagos em escolas particulares, diplomas e títulos não querem dizer nada se os seus pais não são tiverem relações de amizade com pessoas influentes ou, ainda, se eles próprios podem se articular com essas pessoas para atingirem o mais alto degrau da escala social sem o menor esforço?

Como pregar honestidade e firmeza de caráter num país em que o presidente do Senado Federal é flagrado usando o dinheiro público para apaniguar parentes e aderentes, presenteando-os com empregos nababescos na própria Casa do Povo, enquanto o dito povo se acotovela em filas quilométricas na tentativa de conseguirem subempregos que lhes garantam uma subsistência miserável e aviltante a qualquer ser humano? E o que dizer de um representante desse povo que mente descaradamente negando tudo, mesmo quando as suas conversas foram gravadas e jogadas na mídia pra todo mundo ouvir, agarrando-se à "teta" que o amamenta, e aos seus, a tantos anos, qual um náufrago prestes a se afogar? O descaramento dos nossos políticos é tão patente, que chega a ser jocoso!

Dentre todas as conversas gravadas nesse lamentável episódio houve uma que me deixou ainda mais indignada, envolvendo um neto do Sr. Presidente do Senado Federal que, muito aborrecido, ligou pro pai a fim de reclamar porque havia sido obrigado a viajar pra Brasília, a chamado do seu chefe "oficial", um certo deputado, que o convocou inesperadamente a comparecer ao "trabalho", coisa que muito o aborreceu. Então o papai, às gargalhadas, explicou que se tratava de uma "pegadinha" articulada entre si e o deputado, pra tirar um "sarro" do rapaz, só pra fazê-lo trabalhar um pouquinho ... "Nada sério, desculpa aí, meu filho, não precisa ir lá, não". Teve também a história do dinheiro pro carro novo, que o menino pretendia comprar. Daí o paizão fala "Você já ganha R$ 7.000,00, com mais 5.000,00 que eu te dou de mesada, ainda quer mais dinheiro? Lembre-se que você ganha mais do que os seus outros irmãos!".

Agora o advogado de Sua Excelência argumenta que as conversas não podem ser consideradas para efeito de punição dos envolvidos, porque foram gravadas sem autorização judicial e isso é "I-N-C-O-N-S-T-I-T-U-C-I-O-N-A-L... Ah, tá! Alguém, enfim, lembrou que existe uma Constituição a ser respeitada, desde que não o seja por quem tem, por ofício, o dever de defendê-la.

A verdade é que essa prática nefasta é exercida amplamente por todos os nossos "dignos" representantes, mas cada vez que a verdade vem à baila a gente se pega sonhando em dar um basta nisso e o selinho aí em cima nos dá uma dica excelente de como começar ... PENSEMOS NISSO!

segunda-feira, julho 13, 2009

UFA! DEMOROU...

Enfim, consegui sair ilesa de uma sequência de fatos negativos, aliados a um marasmo quase interminável de inspiração, pra voltar a postar. Embora ainda não esteja de todo recuperada resolvi reaparecer, até porque a saudade do contato com os amigos queridos falou mais alto. Afinal, amizades devem ser cultivadas como uma flor, que tem que ser regada e bem tratada pra não murchar de vez, né, gente?

Passei um sufoco danado, por esses dias em que estive ausente. Os planos de passar um tempo com a minha mãe, no interior, pra que a sua secretária tirasse férias, foi por água abaixo porque no primeiro dia em que chegamos lá ela foi internada, acometida de uma pneumonia que, por si só, já é um baita problema mas, devido à sua idade avançada, tomou uma dimensão bem maior. A partir daí, foi um deus-nos-acuda. Apesar de me encontrar na "Capital do Forró", em pleno mês de junho, não deu pra curtir os festejos. Pra piorar, recebi uma amiga muito querida, que veio do Rio a fim de conhecer o famoso evento e, apesar de estar na terra em que por 30 dias consecutivos se festeja O Maior São João do Mundo, a coitada não conseguiu o seu intento pois a nossa estada por lá restringiu-se aos revezamentos de praxe, no hospital, pra acompanhar a paciente. Ainda bem que ela é muito compreensiva e íntima da família e entendeu a nossa impossibilidade de lhe fazer as honras da casa como havíamos programado.

Mas, como "bandeira pouca é bobagem", depois que a minha mãe teve alta foi a minha vez de adoecer. Uma gripe sem precedentes em minha vida inteira me derrubou e eu fiquei acamada por mais de 15 dias. Juro que pensei até ter pego a tal "gripe suína" que, graças a Deus, foi descartada e, embora ainda não se tenha ido totalmente, já está na sua fase final.

Bom, depois de tanta coisa negativa, é hora de mencionar um motivo de alegria e de festa, motivação maior para o meu retorno: HOJE É O ANIVERSÁRIO DA LUCI LACEY, que é a dona do blog Hippos. Eu gostaria de saber homenageá-la floreando este post com imagens e sons, como seria justo, porque ela é uma pessoa muito afável e querida, para quem todos os adjetivos elogiosos seriam insuficientes mas, como sou muito limitada nestes meandros internéticos, deixo aqui o meu preito de amizade verdadeira e de grande admiração, além dos meus votos de que a sua vida inteira - que há de ser longa e saudável - seja permeada de sucesso e realizações, com o consequente alcance da felicidade total, que é a meta de todos nós, criaturas de Deus. PARABÉNS, LUCI, QUERIDA!!!


EM TEMPO: A data do niver da Luci, na verdade, é 14 de julho. É que eu comecei a redigir este post ainda nos últimos momentos do dia 13, vindo a encerrá-lo depois da 00:00 h.

segunda-feira, junho 08, 2009

A LÍNGUA PORTUGUESA AGONIZA ... ESTAREMOS VENDO O SEU FIM?


Observar a degeneração da Língua Portuguesa é uma coisa, no mínimo, preocupante. São tantas as mensagens sem nexo que a gente recebe via net, que às vezes nem dá pra decifrá-las, especialmente se o seu remetente é jovem. Confesso que fico meio perdida pra entender algumas que me são enviadas pelo orkut e, mais ainda, preocupada por vislumbrar um melancólico fim para a nossa língua pátria, já que escrever corretamente, hoje, é sinônimo de caretice muitas vezes, até, criticada pela ala "teen". Quando eu ainda trabalhava cansei de ouvir frases entrecortadas por risadinhas dos jovens estagiários, que comentavam entre si: "Já sei que foi Regina quem escreveu isso aqui". Quando perguntava o porquê do tom de gozação , eles costumavam responder: "Porque em informática não se escreve tudo certinho não, mulher! Isso é coisa pra velhos". Hoje eu consigo entender essa advertência, embora me negue veementemente a assassinar um idioma pelo qual tenho um grande respeito, temendo "entregar" a minha faixa etária.
Tenho comigo um velho livro, da autoria de Nelson Barbalho, um ilustre literato pernambucano, nascido em Caruaru, no qual ele descreve alguns bilhetes que o Major Sinval de Carvalho, um boticário bem conhecido por aquelas bandas na década de 50 e sobre o qual já escreví aqui, costumava decifrar a fim de atender os seus remetentes, fregueses da PHARMACIA PHRANCEZA, onde atendia não só os pedidos de remédios homeopáticos que ele mesmo preparava, como, na maioria das vezes, os receitava. Um legítimo "DR. RAIZ". Esses bilhetes são um verdadeiro e compungente registro do esforço daquelas pessoas humildes e sem instrução, sem qualquer acesso à educação e à saúde públicas, ante a necessidade de se fazerem entender através da comunicação escrita na busca da cura pros seus males.
O curioso é que esses escritos em muito se assemelham aos dos nossos jovens de hoje, muitos deles universitários, o que é lamentável considerando-se as condições diametralmente opostas dos dois níveis de instrução. Vejam as semelhanças e julguem por si:
Esta é a transcrição de um dos famosos bilhetes escritos pela matutada:
"1 remedo par 1 dô de 1 lado du corpo, prove ne ente di frebe di 40 grao. A dô veio da colcha izquerda".
Mesmo precariamente grafado, percebe-se que o missivista tinha febre de 40 graus proveniente de uma dor que começou na coxa esquerda.
Agora vejam o que eu pesquei no orkut. Trata-se de um comentário feito por um formando que está escrevendo a sua monografia, opinando sobre uma decisão tomada pelo prefeito da sua cidade:
"Eu num votei nese cara nen nunca vo vota, mas pelo menus agora tem o meu apôio. Vo danca meu forrozinhu e quem axa ruim va pa bagacera qui aki so vai fica os q sabi o ki e festa flowww".
Percebam as similaridades entre as duas escritas e depois comparem o grau de escolaridade de cada um dos autores...É de fazer chorar!!!
Gente,
Vou me ausentar por algum tempo, novamente, porque estou dando uma força pra minha mãe, no interior. É que a moça que cuida dela está de férias e enquanto meus irmãos e eu não a convencemos a vir pra Recife até que a sua secretária volte, estamos nos revezando nos cuidados com a nossa velhinha, que este ano completará 95 anos e, portanto, não pode e nem deve ser deixada sozinha. Por essa razão nunca mais postei nem visitei ninguém. Desculpem a falta de notícias. Assim que eu voltar, entro em contato com vocês. Tô morrendo de saudade!
Aproveito pra agradecer por todos os votos que recebí no meu níver, além de dois maravilhosos e saborosos bolos com que as queridíssimas LUCI LACEY e BETTY carinhosamente me presentearam. Valeu, meninas. Eu amo vocês!!!
Imagem: hundobrasil.wordpress.com

sábado, maio 16, 2009

S.O.S NORDESTE!

Eu pensei que há tinha visto tudo acontecer neste mundo de meu Deus, mas as notícias sobre as chuvas que estão afundando cidades inteiras no Nordeste brasileiro são, no entender da minha mãe, um "sinal dos tempos". É claro que há um certo exagero nesse vaticínio, porque por essas bandas a mãe Natureza nunca foi de economizar. A aridez do solo, decantada em prosa e verso por poetas populares e que tantos políticos mantém no poder, há tantas décadas, é a sua característica climática mais acentuada, mas por aqui, quando chove, é pra valer. Tanto, que já na década de 60 o grande e saudoso compositor GORDURINHA, em parceria com NELINHO, diante das calamidades provocadas pelo aguaceiro que descia do céu, sem dó nem piedade, fez um pungente apelo ao NOSSO SENHOR através da música "SÚPLICA CEARENSE", em cujos versos o homem do campo se redime ante o Criador por ter LHE suplicado que fizesse chover pra não morrer de sede e de fome:

"OH! DEUS, PERDOE ESTE POBRE COITADO
QUE DE JOELHOS REZOU UM BOCADO
PEDINDO PRA CHUVA CAIR SEM PARAR!
MEU DEUS, SERÁ QUE O SENHOR SE ZANGOU
E, SÓ POR ISSO, O SOL ARRETIROU
FAZENDO CAIR TODA CHUVA QUE HÁ?

SENHOR, EU PEDI PARA O SOL SE ESCONDER UM TIQUINHO
PEDI PRA CHOVER, MAS CHOVER DE MANSINHO
PRA VER SE NASCIA UMA PLANTA NO CHÃO
MEU DEUS, SE EU NÃO REZEI DIREITO
O SENHOR ME PERDOE!
EU ACHO QUE A CULPA FOI
DESTE POBRE QUE NEM SABE FAZER ORAÇÃO

OH! DEUS, PERDOE EU ENCHER OS MEUS OLHOS DE ÁGUA
E TER LHE PEDIDO, CHEINHO DE MÁGOA
PRO SOL INCLEMENTE SE ARRETIRAR!
DESCULPE EU PEDIR A TODA HORA PRA CHEGAR O INVERNO
DESCULPE EU PEDIR PRA ACABAR COM O INFERNO
QUE SEMPRE QUEIMOU O MEU CEARÁ!"

A música tem mais de quarenta anos, mas continua atualíssima, agora mais que nunca!

A Aninha Pontes, do blog O meu jeito de ser fez um post muito bonito evocando a solidariedade dos blogueiros para com os irmãos nordestinos que atravessam este momento crítico de dificuldades catastróficas, baseada na publicação do blog TOU EM OUTRA, sob o Título "DOAÇÕES NORDESTE". Reforçando o apelo da Aninha no sentido de que todos nós participemos deste ato de caridade cristã, publico, abaixo, os números das contas bancárias disponibilizadas pela CÁRITAS BRASILEIRA, organização vinculada à CNBB, para possíveis doações:

Banco do Brasil - Agência 3475-4 - C/C 8018-7
Banco BRADESCO - Ag. 0484 - C/C 66.000-0
Caixa Econômica Federal - Ag. 1041 - Operação 003 - C/C 0645-0.

Para doações ao estado do Maranhão, o mais penalizado dentre todos, os depósitos deverão ser feitos no
Banco do Brasil - Ag. 0242-0 - C/C 31.000-X

quarta-feira, maio 13, 2009

CENSURA, NUNCA MAIS!!!



Está para ser votado na Câmara dos Deputados um projeto substitutivo sobre crimes na internet, aprovado e defendido pelo Senador Azeredo, cujo objetivo é criminalizar práticas cotidianas na internet, tornar suspeitas as redes P2P, impedir a existência de redes abertas, reforçar o DRM que impedirá o livre uso de aparelhos digitais. Entre outros absurdos, o projeto quer transformar os provedores de acesso numa espécie de polícia privada. O projeto coloca em risco a privacidade dos internautas e, se aprovado, elevará ainda mais o custo da comunicação no Brasil.

No dia 14 de maio, às 19:30h, haverá um ato público em defesa da

LIBERDADE NA INTERNET

CONTRA O VIGILANTISMO NA COMUNICAÇÃO EM REDE

CONTRA O PROJETO DE LEI SUBSTITUTIVO DO SENADOR AZEREDO

O ato será na Assembléia Legislativa de São Paulo, transmitido em streaming para todo o país pela web.

PLENÁRIO FRANCO MONTORO

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE SÃO PAULO

AV. PEDRO ÁLVARES CABRAL, S/N - IBIRAPUERA

Cobertura em tempo real também pelo twitter e pelo facebook

FONTE: TREZENTOS

LEIA: MANIFESTO POR UMA CIDADANIA DIGITAL

Informações mais detalhadas no blog da LUMA

segunda-feira, maio 04, 2009

ÉTICA E MORAL




Recentemente recebi por e-mail um texto cuja autoria é atribuida a João Ubaldo Ribeiro*, intitulado "PRECISA-SE DE MATÉRIA PRIMA PRA CONSTRUIR UM PAÍS", o qual comenta sobre a necessidade da EDUCAÇÃO no Brasil, de cuja inexistência resultam todos os desmandos que por aqui acontecem em termos de MORAL e de ÉTICA, enfatizando que enquanto formos uma "matéria prima" que impede o nosso desenvolvimento como nação, por considerarmos a "esperteza" mais valiosa do que a moeda corrente, nenhum presidente, magistrado ou legislador nos servirá e termina conclamando-nos a encontrarmos o culpado por essa "esperteza congênita" mirando-nos no espelho.
Também recentemente um sobrinho meu me contou dois fatos que me deixaram babando de inveja, sobre alguém que ele conheceu, recem chegado do exterior, onde morou por alguns anos (na ocasião, ele não lembrou de qual país o cara falava) e que lhe contou dois episódios marcantes em sua vida durante a sua estada por lá. O primeiro, foi quando ele pegou uma carona com um colega de trabalho que, por ter chegado muito cedo, observou que o estacionamento da empresa estava, ainda, vazio e resolveu deixar o seu carro numa vaga bem distante da entrada principal, o que os obrigava a fazer um longo caminho, a pé, até o interior da firma. O brasileiro, então, não entendeu o porquê daquela decisão do colega e resolveu perguntar-lhe por que ele tinha optado pela vaga mais longínqua, quando tinha tantas outras opções mais favoráveis aos dois. Foi aí que ele se espantou com a justificativa: "É que nós chegamos cedo e, portanto, temos bastante tempo pra adentrar o prédio, enquanto que os que irão chegar atrasados não disporão do mesmo tempo; daí, fica mais fácil pra eles se conseguirem uma vaga mais próxima".
Outro comportamento inusitado para os nossos padrões, observado por ele, foi o fato de que as pessoas lá fazem questão de abastecerem os seus carros com uma gasolina mais cara, já que nesse país não há exploração de petróleo, quando poderiam fazê-lo no país vizinho, cuja proximidade com a cidade onde ele morava é de alguns poucos quilômetros e onde existe o produto por um preço bem menor. A justificativa de todos é a de que deixando de comprar no próprio país, deixariam, também, de se beneficiar com o retorno dos impostos que são investidos na sua qualidade de vida.
Enquanto isso, aqui, do lado debaixo do Equador, o que é que a gente vê? Vê gente saindo daqui pra abastecer no Paraguai, bem como paraguaios abastecendo lá e esvaziando aqui. Afinal, o nosso lema é a conhecida "Lei do Gérson", aquela que nos preconiza "LEVAR VANTAGEM EM TUDO, CERTO?". ERRADO! ERRADÍSSIMO!!! É justamente por isso que banalizamos a desonestidade, a imoralidade, a falta de vergonha. Enquanto estivermos surdos, cegos e mudos aos atos reprováveis dos que nos cercam, estaremos sendo coniventes e, portanto, cúmplices do malcaratismo reinante na nossa sociedade. Somos pródigos em apontar os deslizes dos nossos governantes, esquecendo que, conforme enfatiza o aludido texto, nenhum sucessor destes jamais nos servirá, enquanto nós próprios não melhorarmos como "matéria prima", de forma individual, sim, mas sempre objetivando o aprimoramento coletivo e, mais que isso, ajudando a construí-lo.
Assim, se alguém que nos é querido é flagrado cometendo atitudes desonestas e ilegais, não será tapando os olhos, defendendo-o, ou atacando os seus apontadores, defensores da moralidade, da ética e da decência (felizmente, ainda os há) que estaremos ajudando essa pessoa, muito pelo contrário. Estaremos, sim, somando-nos à escória e aos vilões que tão veementemente combatemos quando nos são distantes.
* EM TEMPO:
A querida Betty, sempre antenada com o que acontece no ciberespaço, me fez o seguinte alerta: A Maris, do blog Clínica da Palavra, garantiu-lhe que o texto supra não é da autoria do João Ubaldo, mesmo circulando na Internet como tal. Ele faz parte de uma coletânea publicada pelo blog http://livrocaiunarede.blogspot.com, que denuncia e aponta esses boatos internéticos. Portanto, fica valendo o conteúdo apócrifo, que me inspirou a publicar este post. E que fique bem claro que não fui eu quem atribuiu a autoria ao ilustre escritor; Sou sua fã, mas sei que ele não precisa desse tipo de promoção.
Fica aqui o meu agradecimento a essas duas blogueiras arretadas, cujo trabalho em prol da seriedade na blogosfera em muito tem contribuido para o aprimoramento do que se publica por aqui. Valeu, meninas!!!

domingo, maio 03, 2009

QUERO UM NOKIA N96 NO NATAL!









A sempre querida Luci Lacey, do hippos, convidou-me a participar deste meme que, na verdade, é um mimo, porque, afinal, quem não gosta de ganhar presentes? Além de tudo, é fácil, fácil e, o melhor: "DE GRÁTIS"!

Para participar, basta fazer o seguinte:


Escrever um post em seu blog dizendo por que você quer ganhar um Nokia N96, começando com a frase "Quero ganhar um NOKIA N96 do Blog Diversidades PORQUE ..."



O NOKIA N96 é chiquérrimo!


Depois, é só convidar pelo menos cinco blogueiros pra participar deste meme.



Finalmente, ponha um


link para o blog Diversidades




E pronto. Já está concorrendo!



Agora, moçada, habilitem-se:





ELLA - Flipt... Flopt

Márcia Clarinha - BRINCANDO COM CLARINHA

Anne Brasil, - LSD GAZETA MUNDO CÃO

Bill Falcão, - JORNAL DA LUA

Elena Fletcher - SONHO MEU





Quem quiser participar, não espere convite. Pegue o selo e siga as instruções, ok?

terça-feira, abril 21, 2009

A VIOLÊNCIA NOSSA DE CADA DIA


Hoje ví na TV mais uma família, aos prantos, lamentando a morte estúpida e desproposital de um ente querido. Nada de novo. Afinal, a banalização da violência já faz parte do nosso cotidiano e cada um de nós vive em constante aflição, pedindo a Deus pra que sejamos poupados desse sofrimento, qual "Januárias nas janelas", assistindo a tudo, impassíveis e impotentes espectadores do caos que se estabeleceu neste país de decrépitas leis, tão complacentes para os que as transgridem, quanto crueis e desalmadas para com as suas vítimas. O que chamou minha atenção e me tocou profundamente, neste caso específico - um assassinato brutal de uma mulher grávida cuja sentença de morte foi levada a efeito pelo bandido, simplesmente porque ela demorou muito a se desvencilhar do cinto de segurança que a mantinha presa à poltrona do seu carro, gesto este que o irritou a ponto de cometer essa barbárie - foi uma frase pronunciada por uma de suas parentas, no velório: "ATÉ QUANDO A SOCIEDADE VAI PERMITIR QUE ISSO ACONTEÇA? POR QUE NINGUÉM SE MEXE, ATÉ SER VÍTIMA DESSA VIOLÊNCIA? BASTA! A GENTE TEM QUE LUTAR PRA DAR UM BASTA NISSO!!! CADA UM DE VOCÊS, QUE ESTÃO ME OUVINDO AGORA, PODE SER A PRÓXIMA PESSOA QUE ESTARÁ PASSANDO POR ISSO, GENTE! CHEGA!!!"
Sentí profundamente o efeito desse desabafo; até me ví ali, no lugar daquela senhora e comecei a pensar como deve ser difícil perceber que a sociedade toda vai se condoer e lamentar aquela ocorrência, mas logo, logo, vai esquecer daquela cena e voltar aos seus afazeres esperando o próximo noticiário que, certamente, a repetirá, com novos personagens, em novos cenários, é bem verdade, mas a mesmíssima cena, indiferentes à dor dos que ficaram sem os seus filhos, pais, mães, parentes e amigos ... Até que a violência bata à sua porta. Fiquei pensando em mil formas de combater essa chaga social que não poupa ninguém. Ricos, pobres, trabalhadores, estudantes, donas de casa, mendigos, enfim ... Todos estamos à mercê desse risco, cada dia mais iminente e não se toma qualquer atitude para coibi-lo! Lembrei de uma frase que ouví ainda nos meus tempos de estudante e que nunca me saiu da cabeça: "O POVO É IGUAL A UMA BOIADA: NÃO SABE A FORÇA QUE TEM; SE O SOUBESSE, JAMAIS SE DEIXARIA LEVAR POR UM BOIADEIRO SÓ". Daí me peguei sonhando com um dia imaginário, no qual todos iríamos nos unir, saindo às ruas, batendo panelas, acionando buzinas, sinos, batuques de todas as percussões, em uníssono, exigindo o fim da violência e das leis protetoras de criminosos de todos os naipes, parando o país de todas as suas atividades, num grande cortejo nacional em defesa do nosso sagrado direito à vida ... Mas o meu sonho durou pouco, porque havia começado o noticiário das oito e nova onda de violência tomou a telinha, me fazendo acordar pra dura realidade que é viver num país sem cidadania ...Peraí ... O que é que eu tô dizendo? Afinal, acabo de declarar os meus rendimentos anuais à Receita Federal; pago os meus impostos (que são muuuuuuuuuuitos!) em dia (Tem alguma outra alternativa?); além de ter votado na última eleição, o que me faz perceber que, no final das contas, sou uma cidadã, sim! Alguém aí discorda?
Outra "solução" que me veio à cabeça, no meu devaneio, foi a de expatriar todos os "nossos" meliantes pros Estados Unidos, que punem severamente os que ousam burlar a lei. Um bom exemplo foi o daquele brasileiro feladaputa que estuprou durante anos a própria filha, com quem teve, até, filhos-netos (se é que existe o parentesco) e pegou maravilhosos 109 anos de xilindró, sem direito à condicional "... Sonha, sonha, Regina Célia... " - Ouví, baixinho, a triste voz da razão.
Tive, mesmo, que acordar, antes que alguém viesse me perguntar: "Cadê o "baseado" que tava aqui?". Sim, porque só quem tava num "táxi lunar", pra "viajar" assim. É, ou não é?
Imagem: bloglog.globo.com

terça-feira, abril 14, 2009

DIA INTERNACIONAL DO BEIJO


13 de abril é o dia internacionalmente consagrado ao beijo, não me perguntem por quê. Comecei este post justamente nessa data mas, como escrevo muito morosamente, pra evitar falar besteiras demais, acabei adentrando a madrugada do dia 14. Não faz mal. O que eu queria, mesmo, aproveitando a celebração desse gesto, era contar o desastre que foi o meu primeiro beijo, se é que se pode chamar assim aquela panacéia...

Eu tinha uns quinze anos quando conhecí um rapaz que passou a ser o meu par constante nas festinhas, matinées, "assustados" e outros festejos que ocorriam lá na minha cidade, nos quais eu sempre dava um jeito de estar presente, já que lá em casa a ordem era essa: "Só pode dançar quem não namorar". Como dançar pra mim era vital, eu nem pensava em arranjar namorado. O preço era alto demais a pagar! Até porque, a minha irmã mais namoradeira vivia chorando pelos cantos da casa, eterna vítima de amores não correspondidos e aquilo não era atrativo algum pra mim... Onde já se viu a pessoa gostar de sofrer? E, ainda por cima, trocar a delícia dos salões de dança por uma autocomiseração daquelas? Eu, hein?!

Pois bem. Estava eu em pleno gozo da minha liberdade quando, ao voltar da festa de São João do meu colégio, onde tinha participado da quadrilha junina, aquele garoto se ofereceu pra me acompanhar até em casa e, por mais que eu dissesse que não era necessário, já que a minha turma toda estaria indo pro mesmo destino, ele insistiu e eu acabei aceitando a cortesia. Ocorre que o meu vestido de matuta era de manguinhas "coco", debruadas com lacinhos e um dos laços teimava em se desfazer a toda hora, me obrigando a pedir pra alguém ajustá-lo cada vez que ele se desmanchava. Foi justamente o que aconteceu enquanto eu caminhava junto ao espertinho que, ao ser solicitado para me ajudar a amarrar o tal laço, achou que isso era uma "deixa" pra que ele me beijasse. Coitado! Acho que se arrepende do intento até hoje, porque eu, sem qualquer titubeio e sem a menor delicadeza, apanhei uma pedra no chão, taquei na cabeça do desavisado "Don Juan" e saí correndo, em disparada, chorando que nem uma louca. Difícil foi explicar pro resto da turma o que tinha acontecido. Difícil, não! Impossível, porque eu jamais lhes dei qualquer justificativa.

Anos depois, já adulta, encontrei aquele garoto, agora homem feito, e nós demos muitas risadas relembrando aquele fiasco que foi o ensaio do que poderia ter sido o MEU PRIMEIRO BEIJO. Pena que nunca pudemos levar a cabo aquela tentativa, pois ele já estava casado e eu apaixonada pelo meu então namorado... E beijando muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuito!

UM GRANDE BEIJO PRA VOCÊS... SMACK! SHUIPT!

Imagem: pingodemel.blogs.sapo.pt

quarta-feira, abril 08, 2009

PAIXÃO DE CRISTO NA NOVA JERUSALÉM/PE


Esta é a imagem da fachada da cidade de Nova Jerusalém, no município de Brejo da Madre de Deus, distrito de Fazenda Nova, em Pernambuco, que, integrada à paisagem nordestina, muito comparável à Judéia, é uma réplica perfeita da cidade destruída pelos romanos há dois mil anos. Neste que é considerado O MAIOR TEATRO AO AR LIVRE DO MUNDO acontece o espetáculo da Paixão de Cristo, anualmente, na Semana Santa, um dos maiores eventos do estado, que recebe turistas de todos os confins, brasileiros ou não.
É um espetáculo digno de ser visto, onde a platéia participa das cenas que vão evoluindo em várias áreas da cidade, deslocando-se para os cenários conforme os quadros vão sendo apresentados. Até alguns anos atrás os atores eram nativos e a produção era de responsabilidade do Teatro de Amadores de Pernambuco, mas agora, com a participação de atores "globais", tornou-se um superespetáculo cinematográfico.
Vale a pena assistí-lo, eu recomendo, mas além do realismo de participar do julgamento de Pilatos, do Bacanal de Herodes, da Santa Ceia, da Crucificação, da Resurreição e da condenação de Judas, tem, ainda, a observação do comportamento do público. Esse, sim, é um verdadeiro show! Tem os beatos, que choram e se descabelam tentando evitar a condenação do Filho de Deus, como se fosse possível mudar o curso da história; Tem os bem-humorados, que de tudo fazem uma gozação; Tem os pais correndo atrás dos filhos pra não se perderem na multidão que se engalfinha à procura de um local melhor pra acompanhar a cena; Tem menino sussurrando "Mãe, tô me mijando", justo na hora mais imprópria, quando a platéia silencia pra ver a ressurreição, que é uma cena tocante e belíssima ... Enfim, é um divertimento imperdível.
No tempo em que ainda não era "coisa pra inglês ver", eu ia muitas vezes assistir ao espetáculo, pois Fazenda Nova fica a meia hora de Caruaru e o passeio era uma delícia pros jovens da minha época, já que sempre havia um forrozinho pra gente dançar ali pelas cercanias da cidade-teatro.
Numa dessas vezes quase morrí de rir, num descarado acinte ao sofrimento dAquele que veio ao mundo para nos salvar, mas juro que não foi por me regozijar com o Seu flagelo. Isso nunca! É que aconteceram tantas coisas engraçadas, que não dava pra ignorar.
A primeira delas foi uma senhora idosa, que caminhava junto a mim. A mulher tinha mais medalha de irmandades religiosas no peito do que qualquer herói de guerra cheio de comendas, numa clara evidência de devoção. Ocorre que o teatro fica todo no escuro e somente no ambiente onde vai ser apresentada a cena os holofotes são acesos. Quando essa mulher viu a figura de Jesus alí, pertinho, começou a gritar e a chorar, chamando-o, querendo tocar nas suas vestes, como se fosse O Próprio que alí estivesse ..."Ô mô Jesus! Ô, mô Deus!...En...hen!!! Óia Ele alí, mulé! ... É Ele! É Ele!... Choramingava ela. Foi difícil convencê-la de que aquele que ela estava vendo não era o Jesus em carne e osso, mas um ator fazendo-se passar por ele.
O pior é que não ficou só nessa senhora, não: O que tinha de gente doente, querendo um milagre, não tava escrito! Era mulher com criança paraplégica, cegos com seus guias, aleijados de todos os tipos correndo atrás do ator, pra pedir uma graça ... Foi muito hilário, gente!
Outra cena que não vou esquecer, foi a da Santa Ceia. Quando Jesus adverte os apóstolos sobre a traição que sofrerá, dizendo: "AINDA ESTA NOITE UM DE VÓS ME TRAIRÁ!" e Pedro pergunta: "QUEM, SENHOR, QUEM DE NÓS O TRAIRÁ?"... Saltou um gaiato do meio da platéia e gritou, apontando: "É O DE ROXO, ESSE FELADAPUTA AÍ, Ó!".
Mais tarde, na encenação do suicídio de Judas, quando ele se pendura na corda, ouviu-se um monte de impropérios: "TOMA, FÍ DE RAPARIGA! VAI TOMAR NO CU! TU AGORA VAI PAGAR NO INFERNO, FÍ DUMA ÉGUA! BEM FEITO! SE FUDEU!!!"
Claro que eu, mesmo ainda convalescendo dos meus achaques, não poderia deixar passar essa oportunidade de trazer pra vocês esse relato, agora que se aproxima a SEMANA SANTA ... Com o perdão do Senhor, é lógico!
FELIZ PÁSCOA!!!

terça-feira, março 31, 2009

ENVELHESCÊNCIA


POR RECOMENDAÇÃO MÉDICA VOU TER QUE FICAR AFASTADA DAQUI DURANTE UM TEMPINHO. É QUE A MINHA COLUNA DEU UM TILT E EU TENHO QUE FICAR DE REPOUSO... COISAS DA ENVELHESCÊNCIA.
ALÉM DE TUDO, BRINCANDO DE PEGA COM A MINHA NETINHA E O MEU CACHORRO, FRATUREI O DEDINHO DO PÉ, QUE ESTÁ IMOBILIZADO POR PELO MENOS 15 DIAS ... VELHO BRINCANDO DE CRIANÇA, SACOMÉ, NÉ?
NADA SÉRIO, MAS PRECISO ME AQUIETAR (O QUE É DIFÍCIL PRA CARAMBA, DIGA-SE DE PASSAGEM!). MAS EU VOLTO, VIU, GENTE?
ATÉ LÁ!!!

quarta-feira, março 25, 2009

O LEÃO ESTÁ SOLTO NAS RUAS!!!


Eu já falei aqui que não simpatizo nem um pouco com o popular "Rei dos Animais", por várias razões. Além de ser um machista inveterado, com abomináveis hábitos de abuso contra a sua fêmea, ainda representa o Sport Clube do Recife, ou "A COISA", para os torcedores dos demais times pernambucanos, principalmente os alvirrubros, como eu. Como se não bastasse, é, também, o símbolo da Receita Federal, pela sua voracidade insaciável.
Mal o novo ano começa, cá estamos nós a catar documentos (que quase nunca estão à mão), fazer somas e deduções (estas, mais raras), passar horas lendo e relendo as novidades do preenchimento da fatídica declaração, na ânsia de conseguir alguma parca restituição pelo que pagamos a maior sobre os nossos não menos parcos rendimentos anuais.
Ainda não declarei os meus rendimentos este ano, porque estou às voltas com uma intimação que recebí para comparecer à sede da RF a fim de justificar os valores contidos na declaração de 2007, relativa a 2006 e isto não seria nada demais, não fosse o estapafúrdio da situação: Estou sendo penalizada com uma multa de cerca de R$ 2.000,00 por não ter declarado como rendimento tributável um valor que recebí em 2006, oriundo de uma causa judicial que ganhei justamente contra a Receita Federal que, ao longo da minha vida funcional, havia abiscoitado do meu salário valores indevidos. Tão obviamente indevidos, que a Justiça Federal julgou procedente a minha reclamação, obrigando-a a me devolver aqueles valores, sobre os quais - pasmem! - ainda recolhí imposto de renda (?) na fonte! Ou seja: Eu acabei pagando imposto sobre um imposto que me havia sido devolvido porque surrupiado de mim durante anos e agora a própria Receita exige mais tributação sobre esse mesmo montante, porque o declarei em "Rendimentos Sujeitos a Tributação Exclusiva" e não como "Rendimentos Tributáveis" ... POOOOOOOOODE???
É por essas e outras que abomino o tal Leão, qualquer que seja a sua simbologia.
Tô arretada! Precisava desabafar, gente...Desculpem aí!

quinta-feira, março 19, 2009

DENÚNCIA! ALERTA! URGENTE!!!



GENTE,


VIM AQUI RAPIDINHO PRA ALERTAR A TODOS VOCÊS SOBRE UMA PICARETAGEM QUE FIZERAM COMIGO ATRAVÉS DO MEU BLOG.


SE ALGUM DE VOCÊS RECEBER UM COMENTÁRIO NOS SEUS BLOGS DE ALGUÉM COM O CURIOSO NOME DE EDIMAR SUELY, DE UM BLOG DENOMINADO "jesusminharocha.blig.ig.com.br", NÃO TENTEM RESPONDÊ-LO, PORQUE É FRIA! EU, INOCENTEMENTE, CAÍ NESSA E O RESULTADO FOI UM BLOQUEIO NO MEU PC, QUE ME DEIXOU SEM CONDIÇÕES DE AVISÁ-LOS IMEDIATAMENTE. ESPERO QUE NINGUÉM MAIS TENHA SIDO VÍTIMA DESSA PESSOA SEM ESCRÚPULO, MAS EU BEM QUE PODERIA TER DESCONFIADO DE ALGUÉM QUE ADOTA NÃO SÓ UM NOME DÚBIO DESSE TIPO (UNISSEX, OU COMUM DE DOIS GÊNEROS?) COMO, AINDA POR CIMA, UTILIZA-SE DO NOME DE JESUS PRA CRIAR UM BLOG (?).


O PIOR É QUE A MINHA OJERIZA A FANÁTICOS RELIGIOSOS QUASE ME IMPEDIU DE TENTAR RESPONDER O TAL COMENTÁRIO, MAS ACABEI FAZENDO-O PRA NÃO SUCUMBIR AO PRECONCEITO CONTRA ESSA GENTE, QUE É LATENTE EM MIM, POR MAIS QUE EU ME POLICIE PRA EVITAR POSSÍVEIS MANIFESTAÇÕES. ALÉM DO QUE, SEMPRE QUE RECEBO UMA VISITA DE ALGUÉM ATÉ ENTÃO DESCONHECIDO, COSTUMO RETRIBUÍ-LA. AFINAL, SE ASSIM NÃO FOSSE, COMO É QUE EU PODERIA TER FEITO OS AMIGOS VALIOSOS QUE CONQUISTEI AQUI?


PORTANTO, FIQUEM LIGADOS E GUARDEM ESSES NOMES, QUE PODEM SER FICTÍCIOS OU ATÉ SURRIPIADOS DE ALGUÉM E, SE ALGUM DE VOCÊS PUDER ME DAR UMA DICA PRA EVITAR FUTUROS HACKERS, EU AGRADEÇO DESDE JÁ.


SE LIGUEM!!!


Imagem: uol